Doces Portugueses – Doces de Montemor o Velho

Doces de Montemor o Velho

Montemor-o-Velho é uma vila portuguesa no Distrito de Coimbra, região centro e sub-região do Baixo Mondego. Situa-se a uma altitude média de 5 m acima do nível médio do mar.

É sede de um município subdividido em 14 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Cantanhede, a leste por Coimbra e por Condeixa-a-Nova, a sul por Soure e a oeste pela Figueira da Foz.

Este castelo situa-se no concelho de Montemor-o-Velho, distrito de Coimbra. Foi tomado por Almançor em 990, reconquistado, em 1006, por Mendo Luz. Em 1088 ou 1095, foi reedificado por Afonso VI de Castela. Em 1109, D. Teresa e seu filho, D. Afonso Henriques, teriam ordenado novas reformas no Castelo. O Infante D. Pedro mandou-o ampliar. No século XIV, o Castelo deve ter tido uma reforma geral. No séc. XX, realizaram-se obras de reconstrução.

Os doces de Montemor o Velho espalham-se por todo o Concelho, existem vários doces conventuais.

Em Montemor-o-Velho temos a Espiga Doce e a Pinha de Montemor.

Em Pereira temos a Queijada de Pereira.

Em Tentúgal temos a Queijada e o Pastel de Tentúgal.

E a secretaria da Câmara Municipal de Montemor, enviou-me o Postal de Natal onde podemos visualizar todos esses doces típicos desta região.

Em cima as Espigas doces, e aqui do lado esquerdo, também as Espigas, as Queijadas e os Pasteis de Tentugal embora estes últimos sejam mais conhecidos pela sua forma rectangular e são uma delícia.

 

 

PARTILHEM ESTA PÁGINA É SÓ CLICAR ALI EM BAIXO